Saltar a navegação

Ações-Chave

Ação-Chave 1 Mobilidade

Projetos de mobilidade para estudantes, formandos, recém-graduados, docentes e profissionais de educação e formação.

  • A Ação-Chave 1 (KA1) do Programa Erasmus+ promove a formação internacional de estudantes, docentes e outros profissionais das organizações ligadas à educação e formação. Os projetos podem ser desenvolvidos por uma única instituição ou por um consórcio de instituições portuguesas para formação no estrangeiro. A tipologia de projetos abrange:
    • Os setores do ensino escolar (desde o pré-escolar até ao secundário) e da educação de adultos, proporcionam oportunidades de formação dos seus recursos humanos em contexto internacional.
    • Nos setores do ensino superior e do ensino e formação profissional, os projetos podem contemplar mobilidade para formação, tanto de estudantes, como de profissionais ligados ao ensino e formação.
    Estes projetos visam a afirmação das instituições participantes no contexto internacional da educação e formação, o que significa que um projeto tem que se inserir na estratégia de internacionalização da organização (para mais informações, consulte o Guia de 2017.

Ação-Chave 2
Parcerias Estratégicas

Projetos de parceria para o intercâmbio de boas práticas ou para a inovação.

  • As Parcerias Estratégicas apoiadas pela Ação-Chave 2 (KA2), Cooperação para a Inovação e Intercâmbio de Boas Práticas, visam que as organizações trabalhem em conjunto para melhorar a sua oferta para os aprendentes e para partilhar práticas inovadoras. Os projetos podem ser de dois tipos:
    • Parcerias estratégicas de apoio à inovação, que devem desenvolver resultados inovadores e/ou atividades de disseminação e exploração de produtos existentes ou recentemente produzidos, ou de ideias inovadoras.
    • Parcerias Estratégicas de apoio ao intercâmbio de boas práticas, cujo objetivo principal é permitir que as organizações desenvolvam e reforcem as redes, a sua capacidade de operar a nível transnacional, a partilha e o confronto de ideias, práticas e métodos. As Parcerias Estratégicas na área do ensino superior não poderão apoiar este tipo de projetos.
    As Parcerias Estratégicas deverão abordar, no mínimo, uma prioridade horizontal ou uma prioridade específica do principal setor a que o projeto se dirige (para mais informações, consulte o Guia de 2017 .

Atividades de Cooperação
Transnacional (TCA)

As Atividades de Cooperação Transnacional (TCAS) entre Agências Nacionais têm por objetivo apoiar o programa Erasmus+ a cumprir os seus objetivos e prioridades. Na área da educação e formação, as TCAs visam apoiar: a implementação de alta qualidade do Erasmus+ e a mobilização de um grande número de organizações e indivíduos a quem o Programa de educação e formação se dirige; a cooperação entre organizações ativas nas áreas da educação e formação; o desenvolvimento do trabalho nas áreas da educação.

Acolhimento TCA

Evento
Atividade
País
Data
  • Número do Evento
    Setor
    Participantes
    instituição
    2015-1-PT01-KA215-000001
    SE, AE, VET
    Autoridades Locais e Regionais; outras intituições
    86 instituições
  • Atividade

    Seminário de contacto

    País

    Portugal (PT)

    Data

    18-30/11/2015

    Número do Evento

    2015-1-PT01-KA215-000001

    Setor

    SE, AE, VET

    Participantes

    Autoridades Locais e Regionais; outras intituições

    instituição

    86 instituições

TCA Envio

Evento
Atividade
País
Data
  • Número do Evento
    Setor
    Participantes
    instituição
    2015-1-PT01-KA216-000001
    SE
    SE
    SE
    Ana Santos
    Teresa Sá Pires
    Alexandra Guia
    AE Padre João Rodrigues - Sernancelhe
    AE Abade De Baçal, Bragança
    AE Moure e Ribeira do Neiva
  • Número do Evento
    Setor
    Participantes
    instituição
    2015-1-PT01-KA216-000001
    SE
    Ma. Amélia Veloso
    Proandi - Consultores Associados, Lda
  • Número do Evento
    Setor
    Participantes
    instituição
    2015-1-PT01-KA216-000001
    SE
    Ma. Amélia Veloso
    Proandi - Consultores Associados, Lda
  • Número do Evento
    Setor
    Participantes
    instituição
    2015-1-PT01-KA216-000003
    AE
    AE
    Carlos Ubaldo
    Rita Souto
    Agrupamento De Escolas Rafael Bordalo Pinheiro
    Centro Tecnológico Calçado Portugal
  • Número do Evento
    Setor
    Participantes
    instituição
    2015-1-PT01-KA216-000004
    VET
    VET
    Rui Baltazar
    Inês Gomes Calado
    Escola Emidio Navarro
    Animamviventem
  • Número do Evento
    Setor
    Participantes
    instituição
    2015-1-PT01-KA216-000005
    SE
    SE
    Luis Isidorinho
    Ma. José Rodrigues
    Associação Paralisia Cerebral De Almada – Seixal
    Agrupamento De Escolas De Fornos De Algodres
  • Número do Evento
    Setor
    Participantes
    instituição
    2015-1-PT01-KA216-000006
    VET
    SE
    Ana Sofia Martins
    Sofia Lopes
    ESPE - Esc Profissional De Espinho
    ASPEA – Associação Portuguesa De Educação Ambiental
  • Número do Evento
    Setor
    Participantes
    instituição
    2015-1-PT01-KA216-000007
    SE
    SE
    Maria Teresa Santoss
    José Miguel Sousa
    Centro de Formação da Associação de Professores de Matemática
    Centro de Formação Edufor
  • Atividade

    Seminário de contacto

    País

    Alemanha (DE)

    Data

    22-25/10/2015

    Número do Evento

    2015-1-PT01-KA216-000001

    Setor

    SE
    SE
    SE

    Participantes

    Ana Santos
    Teresa Sá Pires
    Alexandra Guia

    instituição

    AE Padre João Rodrigues - Sernancelhe
    AE Abade De Baçal, Bragança
    AE Moure e Ribeira do Neiva

  • Atividade

    Seminário de contacto

    País

    Alemanha (DE)

    Data

    22-25/10/2015

    Número do Evento

    2015-1-PT01-KA216-000001

    Setor

    SE

    Participantes

    Ma. Amélia Veloso

    instituição

    Proandi - Consultores Associados, Lda

  • Atividade

    Seminário de contacto

    País

    Espanha (ES)

    Data

    26-27/10/2015

    Número do Evento

    2015-1-PT01-KA216-000001

    Setor

    SE

    Participantes

    Ma. Amélia Veloso

    instituição

    Proandi - Consultores Associados, Lda

  • Atividade

    Seminário de contacto

    País

    Países baixos (NL)

    Data

    28-30/10/2015

    Número do Evento

    2015-1-PT01-KA216-000003

    Setor

    AE
    AE

    Participantes

    Carlos Ubaldo
    Rita Souto

    instituição

    Agrupamento De Escolas Rafael Bordalo Pinheiro
    Centro Tecnológico Calçado Portugal

  • Atividade

    Seminário de contacto

    País

    República Checa (CZ)

    Data

    01-04/11/2015

    Número do Evento

    2015-1-PT01-KA216-000004

    Setor

    VET
    VET

    Participantes

    Rui Baltazar
    Inês Gomes Calado

    instituição

    Escola Emidio Navarro
    Animamviventem

  • Atividade

    Seminário de contacto

    País

    Bélgica (BE)

    Data

    18-22/11/2015

    Número do Evento

    2015-1-PT01-KA216-000005

    Setor

    SE
    SE

    Participantes

    Luis Isidorinho
    Ma. José Rodrigues

    instituição

    Associação Paralisia Cerebral De Almada – Seixal
    Agrupamento De Escolas De Fornos De Algodres

  • Atividade

    Seminário de contacto

    País

    Dinamarca (DK)

    Data

    24-27/11/2015

    Número do Evento

    2015-1-PT01-KA216-000006

    Setor

    VET
    SE

    Participantes

    Ana Sofia Martins
    Sofia Lopes

    instituição

    ESPE - Esc Profissional De Espinho
    ASPEA – Associação Portuguesa De Educação Ambiental

  • Atividade

    Seminário de contacto

    País

    Bélgica (BE)

    Data

    01-06/12/2015

    Número do Evento

    2015-1-PT01-KA216-000007

    Setor

    SE
    SE

    Participantes

    Maria Teresa Santoss
    José Miguel Sousa

    instituição

    Centro de Formação da Associação de Professores de Matemática
    Centro de Formação Edufor

Ações
Centralizadas

  • O Programa Erasmus+ também financia ações centralizadas nas áreas da educação e formação (consultar Ações centralizadas no site da Agência Executiva). Os interessados nas ações centralizadas deverão contactar a Agência Executiva em Bruxelas.
KA1 – Mobilidade individual para fins de aprendizagem
  • Entre outros objetivos, pretendem contribuir para aumentar a qualidade e a atratividade do Espaço Europeu do Ensino Superior e apoiar a ação externa da UE no domínio do ensino superior. Este é um programa de estudos internacional integrado, disponibilizado por um consórcio internacional de IES de diferentes países. A lista de programas comuns financiados ao abrigo do programa Erasmus+ pode ser consultada no portal da Agência Executiva (PT).
  • Os potenciais estudantes de mestrado que desejem concluir um programa de estudos completo ao nível de mestrado noutro país do Programa podem candidatar-se a um empréstimo com garantia da UE para custear os estudos no estrangeiro.
KA2 – Cooperação para a inovação e o intercâmbio de boas práticas
  • Entre instituições de Ensino Superior e empresas que procuram promover a inovação, o empreendedorismo, a criatividade, a empregabilidade, o intercâmbio de conhecimentos e/ou o ensino e a aprendizagem multidisciplinares. São projetos transnacionais, orientados para resultados que envolvem, geralmente, cooperação entre organizações dos países do Programa. No entanto, organizações de países parceiros podem participar como parceiras caso essa participação acrescente valor ao projeto.
  • Apoiam a cooperação com países parceiros, e visam apoiar a modernização e internacionalização de instituições e sistemas de Ensino Superior. São projetos de cooperação transnacional baseados em parcerias multilaterais, principalmente entre instituições de Ensino Superior de países do Programa e de países parceiros elegíveis. Podem dividir-se em duas categorias:

    Projetos Conjuntos destinam-se a produzir resultados que beneficiem primordial e diretamente as organizações dos países parceiros elegíveis que participam no projeto;

    Projetos Estruturais destinam-se a influenciar os sistemas de Ensino Superior e a promover reformas a nível nacional e/ou regional nos países parceiros elegíveis.
  • Visam colmatar lacunas em competências relacionadas com perfis profissionais e apoiam a conceção e implementação de conteúdos de formação profissional e metodologias de ensino e formação profissional. São projetos transnacionais que se baseiam na identificação de necessidades, existentes ou emergentes, em matéria de competências em setores específicos do mercado de trabalho e no melhoramento da adequação dos sistemas de ensino e formação profissional (EFP) às necessidades do mercado de trabalho. Há Alianças de Competências Setoriais centradas na identificação de competências (lote 1), Alianças de Competências Setoriais vocacionadas para a conceção e implementação de conteúdos de formação conjuntos EFP (lote 2) e Alianças de Competências Setoriais centradas na implementação de uma nova abordagem estratégica para a cooperação setorial em matéria de competências (lote 3).
  • Como o Portal eTwinning, a Plataforma Eletrónica para a Educação de Adultos na Europa (EPALE) e o Portal Europeu da Juventude, que garantem espaços de cooperação virtual, bases de dados sobre as oportunidades existentes, comunidades de intercâmbio de práticas e outros serviços online para professores, formadores e profissionais no domínio do Ensino Escolar e Educação de Adultos.
Atividades Jean Monnet
  • Visam aprofundar o ensino de disciplinas de integração europeia, no âmbito do currículo oficial das IES e conduzir, acompanhar e supervisionar a investigação de conteúdos relativos à UE para outros níveis educativos, como a formação de professores e o ensino obrigatório.
  • Visam melhorar a cooperação entre IES espalhadas pelo mundo, promover a cooperação e criar uma plataforma de intercâmbio de conhecimentos com intervenientes públicos e com os serviços da Comissão para divulgação de conteúdos da UE, destinados a promover o debate e a reflexão sobre os temas da UE e a melhorar o nível de conhecimentos acerca da UE e dos seus processos.
  • Para realizar atividades no domínio dos estudos e dos temas da UE e publicitar factos da UE entre um público mais alargado, para promover uma cidadania europeia mais ativa.
Voltar ao topo da página